A AULA DE HOJE É SOBRE GAYS

Posted: 1 de Dezembro de 2010 by Belmiro Pimentel in Uncategorized

Reino Unido

A aula de hoje é sobre gays

IN “Revista Sábado”

17-11-2010

A aula começa com o filme As Aventuras de Priscilla, Rainha do Deserto, sobre dois travestis e um transexual contratados para actuar num cabaret australiano. “No trabalho da minha tia, há um homem que usa saia e tem pêlos nas pernas”, diz um dos alunos, depois de ver o filme. Uma rapariga de 12 anos acrescenta: “Já estive num casamento gay. Gostava de ter sido dama de honor.”

A meio da discussão, Elly Barnes, a professora, pergunta-lhes o que é que sabem sobre as palavras gay, lésbica e bissexual. “O Papa opõe-se à homossexualidade, mas não percebo porquê. Acho que todas as pessoas deviam ser livres”, diz Josiah, de 11 anos, também ele aluno da Stoke Newington, a primeira escola do Reino Unido a ter aulas de combate à homofobia.

Desde 2005 que a escola, situada a norte de Londres, dedica 30 dias por ano a sensibilizar os alunos. “O mês da História LGBT [Lésbica, Gay, Bissexual e Transexual] decorre em Fevereiro e durante esse período todas as disciplinas criam um projecto sobre o tema. Em Artes estudaram as esculturas de Keith Haring, em Música aprenderam canções de Joan Armatrading”, explicou a professora à SÁBADO, acrescentado que todas as aulas se centram na vida de membros famosos da comunidade LGBT. O artista Andy Warhol, os escritores Oscar Wilde e James Baldwin e o cientista Alan Turing são alguns exemplos.

A maioria dos pais reagiu bem à criação destas aulas. Em cinco anos, Elly Barnes diz apenas ter tido meia dúzia de reclamações. “Um pai queixou-se porque o filho lhe disse que na escola viu um filme em que dois homens se beijavam. Disse-lhe que somos uma escola inclusiva e este tipo de filmes faz parte do currículo”, contou ao The Guardian.

Cinco anos depois da criação do mês da História LGBT, a escola apostou na formação de professores do ensino básico e secundário. “Muitos têm medo que os alunos achem que eles são gay”, diz Elly Barnes, coordenadora do curso, referindo que já mais escolas seguem este modelo.

Dados recentes revelam que o bullying homofóbico continua a afectar um número considerável de alunos no ReinoUnido. Um novo estudo da Equality and Human Rights Commission concluiu que 2/3 dos alunos homossexuais e transexuais já foram vítimas deste tipo de violência e 17% receberam ameaças de morte.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s