Arquivo por Autor

Os números de 2010 do Grupo Identidade XY

Posted: 8 de Janeiro de 2011 by Ricardo Gouveia in Uncategorized

Os duendes das estatísticas do WordPress.com analisaram o desempenho deste blog em 2010 e apresentam-lhe aqui um resumo de alto nível da saúde do seu blog:

Healthy blog!

O Blog-Health-o-Meter™ indica: Mais fresco do que nunca.

Números apetitosos

Imagem de destaque

Um Boeing 747-400 transporta 416 passageiros. Este blog foi visitado cerca de 5,200 vezes em 2010. Ou seja, cerca de 13 747s cheios.

 

In 2010, there were 105 new posts, growing the total archive of this blog to 210 posts. Fez upload de 39 imagens, ocupando um total de 8mb. Isso equivale a cerca de 3 imagens por mês.

The busiest day of the year was 12 de Julho with 124 views. The most popular post that day was Caso gay choca comunidade cigana e acaba aos tiros.

De onde vieram?

Os sites que mais tráfego lhe enviaram em 2010 foram facebook.com, grisalhos.wordpress.com, adolescentegay92.blogspot.com, amplosbo.wordpress.com e marcha.orgulhoporto.org

Alguns visitantes vieram dos motores de busca, sobretudo por belmiro pimentel, jorge miranda wordpress, xy, x y e identidade xy

Atracções em 2010

Estes são os artigos e páginas mais visitados em 2010.

1

Caso gay choca comunidade cigana e acaba aos tiros Julho, 2010

2

Casamento homossexual: Jorge Miranda admite “regime de união civil” Março, 2010
1 comentário

3

Comunicações do seminário “A (in)visibilidade da homossexualidade na PSP: o início de uma longa caminhada” Junho, 2009
3 comentários

4

Belmiro Pimentel em entrevista à TV mais Outubro, 2009

5

Apresentação do livro “3º Sexo, Histórias de Vida de 12 homossexuais portugueses” Fevereiro, 2010
3 comentários

Anúncios

O próximo encontro AMPLOS é já no dia 16 de Outubro em Lisboa

Posted: 11 de Outubro de 2010 by Ricardo Gouveia in Uncategorized

Estamos de férias…

Posted: 30 de Agosto de 2010 by Ricardo Gouveia in Uncategorized

Car@s amig@s,

Estamos de férias, voltamos lá para meados de Setembro!

🙂

Ciclo DOCUMENTE-SE! Sentidos do Reconhecimento

Posted: 15 de Abril de 2010 by Ricardo Gouveia in Uncategorized

Ciclo organizado pelo Departamento de Sociologia (DS-FLUP) e pelo Instituto de Sociologia (IS-FLUP) da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, pelo Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES/ ISCTE-IUL) e pela Fundação de Serralves/Serviço de Artes Performativas (FS/SAP)

Luz verde!

Posted: 7 de Abril de 2010 by Ricardo Gouveia in Uncategorized

Tal como seria de esperar… (ouviu Sr. Freitas do Amaral?)

“Juízes do Tribunal Constitucional consideram que a alteração da Assembleia ao Código Civil é legal.

O Tribunal Constitucional prepara-se para dar luz verde à lei que torna possível o casamento entre pessoas do mesmo sexo. A decisão, que responde (pela negativa) às reservas colocadas pelo Presidente da República, deverá ser anunciada ainda esta semana.

Cavaco Silva enviou para o Tribunal Constitucional o diploma aprovado no Parlamento (tendo por base uma proposta do Governo, com os votos favoráveis da esquerda e contrários da direita) no passado dia 13 de Março. Não explicou as suas reservas, deixando apenas claro que requereria a fiscalização da inconstitucionalidade de todos os artigos do diploma, menos daquele que mais dúvidas de constitucionalidade suscitava: o que impedirá um casal de pessoas do mesmo sexo de se candidatar à adopção de crianças.

Segundo soube o DN, o TC não deverá abordar esta questão, nem mesmo de forma velada. Sublinhará que a Constituição portuguesa desde 2004 expressamente proíbe discriminações tendo por base a orientação sexual (artº 13, nº 2). E que, alterados os artigos do Código Civil que impediam duas pessoas do mesmo sexo de se casarem – o que a proposta aprovada na AR fez – então nada constitucionalmente impede que haja luz verde ao casamento gay.

Esta decisão do TC é, aliás, consentânea com o acórdão do mesmo tribunal que, em Agosto de 2009, apreciou a inconstitucionalidade da recusa de uma conservatória de Lisboa a casar duas mulheres. Os cinco juízes não se pronunciaram a favor da pretensão de Helena Paixão e Teresa Pires, que tentaram casar em Fevereiro de 2006 e recorreram da recusa para os tribunais. Mas frisaram: “A recepção constitucional do conceito histórico de casamento como união entre duas pessoas de sexo diferente (…) não permite retirar da Constituição um reconhecimento directo e obrigatório dos casamentos entre pessoas do mesmo sexo, sem, todavia, proibir necessariamente o legislador de proceder ao seu reconhecimento ou à sua equiparação aos casamentos.”

Uma posição contrária à do parecer de Freitas do Amaral, do qual o Presidente fez acompanhar o seu pedido de fiscalização preventiva de constitucionalidade da lei. Neste, segundo Freitas explicou ao DN, defendia-se que para se legalizar o casamento entre pessoas teria se alterar primeiro a Constituição, já que no seu entender a lei fundamental encerra um conceito próprio de casamento que aponta de forma directa para o casamento tradicional”, que seria o casamento monogâmico e heterossexual. A única forma de se consagrar uma legalização de uma união reforçada entre pessoas do mesmo sexo dentro dos limites da Constituição seria, para Freitas, não lhe chamar “casamento”. Ou seja, a solução que o PSD propôs, a “união civil registada” (equivalente a uma união de facto com direitos reforçados).

Entre os constitucionalistas, a posição de Freitas tem respaldo nas de Jorge Miranda e Rui Medeiros. Gomes Canotilho e Vital Moreira sempre disseram que a Constituição permitia a alteração da lei. E, já em 2003, o então provedor de Justiça Nascimento Rodrigues, ao responder a um pedido de apreciação da constitucionalidade do artigo 1577º do Código Civil (que especifica dever o casamento celebrar-se entre pessoas de sexo diferente), se manifestara no sentido agora viabilizado no TC: “Não proíbe a Constituição a alteração desta lei ordinária, designadamente (…) no sentido de não ser limitada a celebração do casamento a pessoas de sexos diferentes.”, in DN, 7-04-2010

a AMPLOS na TV

Posted: 25 de Março de 2010 by Ricardo Gouveia in Uncategorized

Car@s Amig@s,

Aqui fica a entrevista da amiga Margarida Faria num programa da TVI.

Parabéns e obrigado AMPLOS, um grande passo em frente!

Casamento gay: Dúvidas de Cavaco no TC

Posted: 20 de Março de 2010 by Ricardo Gouveia in Uncategorized

O Presidente da República enviou para o Tribunal Constitucional o diploma aprovado pela Assembleia da República referente ao casamento gay.

Em declarações aos jornalistas, feitas esta sexta-feira, Cavaco Silva disse que tem dúvidas sobre a constitucionalidade de quatro dos cinco artigos do diploma que permite o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, mas escusou-se a dizer porque não enviou, também, o artigo sobre adopção por parte dos casais homossexuais.

Recorde-se que esta decisão foi conhecida no passado sábado. De acordo com uma nota divulgada na altura no site da Presidência da República, “o requerimento de fiscalização da constitucionalidade foi acompanhado de um parecer jurídico” subscrito por Freitas do Amaral. In Jornal Correio da MAnha de 19 de Março de 2010. Ver AQUI!